12 abril, 2012


E era uma garota normal ao ver da sociedade , com uma rotina comum , sempre aparentemente bem ... O que nem todos sabiam era que nem sempre ela era assim , quando ficava sozinha todas suas frustrações ficavam visíveis que o vazio consumia todo seu quarto , seus medos a atormentavam , que ela sentia o quanto sua vida era vazia .
Parecia uma sina ficar sozinha , era como se ninguém notasse a sua presença , tantos sentimentos oprimidos , as lágrimas escorriam pelos seus olhos caindo em suas mãos . Até quando seria assim ? Presa no seu mundinho fútil , aonde todas suas lembranças vinham de seus sonhos guardados em uma caixinha de ilusões .
Poucos sabiam , alguns nem suspeitavam , mas ela era tão infeliz , mas isso não há impedia que tentasse , de prosseguir  , que quando saísse de seu quarto e fechasse seu mundo particular ela fingisse que estava tudo bem , afinal ninguém precisa saber ! Ninguém se importa mesmo ! Nada a pode impedir de ajudar o que e quem lhe faz bem ....
Ela tem facilidade em perdoar , principalmente em se magoar , se apega rápido demais , desapega devagar demais , confia demais , se fode demais ! Mas ela já se acostumou a levantar-se e pelo menos na frente das outras pessoas abrir seu mais belo ( e falso ) sorriso !


0 comentários:

Pesquise

Ariane Rodrigues, 18 anos,canceriana, romântica nata, curiosa, confusa, intrigante e cheia de irônias. Louca pela família e amigos .Futura jornalista, ama ler, ouvir músicas do tipo que acalmam a alma. Apaixonada por moda e pela Demi Lovato ♥.

  

Facebook

Seguidores

Marcadores

Tecnologia do Blogger.

Arquivo do blog

Tradutor